Pescar é enfrentar saudáveis desafios, é fazer amizades, é conhecer novos lugares e abrir novos horizontes. É conviver com a natureza. É ser companheiro.

domingo, 8 de outubro de 2017

Salvamento de pescador

Resgate | Arcão | Azenhas do Mar
Esquadra 751 - Pumas | Hoje e sempre, "Para que Outros Vivam"
Na salvaguarda da vida humana sacrificando a sua própria vida!
Resgate de pescador, que caiu ao mar em Azenhas do Mar (Sintra), 11:00 do dia 07 de Outubro 2017.



video








Vídeo:  FAP - Esquadra 751
Fotos:   Alex Coelho

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Lulas e chocos

Em dias claros e brilhantes e com águas limpas e claras os palhaços escolhidos devem ser de cores naturais, (castanhos, azuis ou verdes, laranja) e à noite e em dias fechados ou águas mais escuras devem ser utilizados palhaços de cor mais clara (amarelo, rosa, fluorescentes)
O tamanho dos palhaços é ao gosto de cada um, sendo o meio-termo (3 ou 3,5) o mais utilizado, já que se pescam exemplares grandes com palhaços pequenos e vice-versa.
Deve deixar-se a amostra razar o fundo com cuidado porque, como sabemos, tem tendência a prender e começar aí a trabalhá-la.

Convém ter sempre o xalavar à mão, pois os exemplares maiores costumam soltar-se ao sair da água.

domingo, 30 de abril de 2017

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Porque se chamam jaquinzinhos aos carapaus?


Já todos comemos carapaus pequeninos cozinhados das mais variadas maneiras. Os jaquinzinhos, nome pelo qual são conhecidos, são excelentes fritos, alimados (temperados com sal, azeite e limão) ou de muitas outras formas, preferencialmente acompanhados de arroz de tomate ou pimentos ou de açorda.
Mas, por que razão se dá o nome de jaquinzinhos aos carapaus pequeninos?
Segundo parece,  a origem do nome está em Sesimbra, terra de pescadores. Certo dia regressava um pescador da faina quando lhe perguntaram o que tinha pescado. Ele respondeu dizendo que tinha apanhado apenas uns pelinzinhos (nome dado, em Sesimbra, aos carapaus jovens) tão pequeninos como o Ti Jaquinzinho (artesão naval muito conhecido em Sesimbra, entre outras coisas, por ser muito pequenino).
Depois de ter ouvido esta história, a fadista Hermínia da Silva introduziu na ementa da sua casa de fados em Lisboa, a designação de Jaquinzinhos que, pouco a pouco, foi sendo adoptada por outros restaurantes de Lisboa e do resto do país.